" Acredito (e insisto nisso) que a gente sempre deve se colocar no lugar do outro. Ser menos egoísta, mais preocupado com o que o outro está pensando, fazendo, querendo. É evidente que você não vai parar a sua vida por causa da outra pessoa, mas se alguém é importante para você, um pouco de cuidado e atenção sempre caem bem. "
" Eu fingi não notá-lo. Não porque tivesse algo contra ele, mas porque meu coração e minha confiança estavam entrando em choque. E esse choque criou um vácuo no meu peito. Como se todos os nervos do meu corpo estivessem definhando, se soltando dos dedos dos pés e das mãos. Se soltando e desaparecendo. "